Colégio técnico da Unicamp: cursos

Os estudantes convocados na primeira chamada do Colégio Técnico de Campinas (Cotuca) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) precisam realizar matrícula nesta sexta-feira (18 de janeiro), das 14h às 21h, na sede da escola, que está localizada na Rua Culto à Ciência 177, no bairro do Botafogo, na cidade de Campinas. A relação de documentos necessários para o cadastro está disponível no link http://exame.cotuca.unicamp.br/documentos.aspx.

Leia mais sobre: Cursos gratuitos de extensão na Unicamp

O Cotuca liberou lista de convocados para matrícula (Foto:Divulgação)

Cursos mais concorridos do Cotuca 2013

Os cursos técnicos mais concorridos do colégio da Unicamp foram Informática com aulas ministradas no período da manhã, com 25,2 candidatos por vaga, Mecatrônica com encontros no período matutino, com 24,2 inscritos por oportunidade e Alimentos, com 20,1 candidatos por colocação em aberto.

Segunda chamada colégio técnico Unicamp

Quem não foi convocado para matrícula nessa sexta-feira poderá ser convocado por uma segunda chamada, que será realizada no sábado, 19 de janeiro, com cadastro de alunos programado para o dia 24 de janeiro, das 15h às 20h, na sede do Cotuca. Se mesmo depois desse processo sobrar vagas mais candidatos serão convocados por uma terceira chamada marcada para o dia 25 de janeiro, com matrícula prevista para o dia 30 de janeiro, também das 15h às 20h, no colégio técnico da Unicamp.

Acesse o site do Cotuca para saber mais sobre os cursos (Foto: Divulgação)

Saiba mais sobre: Cursos gratuitos a distância Unicamp

Essa escola técnica é uma das mais renomadas do país e atualmente possui mais de 1,9 mil estudantes em 18 cursos técnicos e três opções de especialização no nível técnico, sendo que 60% das oportunidades são promovidas no período noturno, para aumentar as chances de quem trabalha ou estuda em outros períodos. Todos os encontros regulares são gratuitos e incluem as áreas Informática, Industrial, Saúde, Gestão, Telecomunicações e Meio Ambiente.

Os cursos técnicos formam profissionais prontos para uma atuação focada em determinados setores do mercado de trabalho, tendo como vantagens o duração breve das qualificações de comparadas com uma universidade, que em geral têm aulas por quatro anos (ou mais). Por isso, ações governamentais vêm incentivando os jovens a investirem primeiro na educação técnica e depois que já estiverem no mercado de trabalho ingressarem no ensino superior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *