Conheça mais sobre o SISUTEC

É chamado de SISUTEC o sistema informacional criado para distribuição de vagas do PRONATEC, que integra o SISU (Sistema de Seleção Unificado), após a criação do PRONATEC que é o Programa de Acesso ao Ensino Técnico Profissionalizante, foi criado o SISTEC com o objetivo de integrar ao sistema SISU a oferta de vagas do SISTEC.

Essa necessidade surge por conta da formação dos cursos profissionalizantes no Brasil, que ocorrem em dois momentos da história com o objetivo de atender demanda das classes operárias, trabalhadores rurais e globalização, na década de quarenta foi criado o sistema “S” SENAI e SENAC que assume a responsabilidade com a Educação Profissionalizante do país, mais tarde com a globalização foi criada as escolas técnicas e outros cursos profissionalizantes com o compromisso de inserção do jovem no universo globalizado.

Além de diferentes instituições de ensino os cursos profissionalizantes também possuem carga horária diferente e atendem variada demanda de candidatos que podem ter diversos interesses aprender informática, qualificação para uma carreira profissional, terminar o ensino médio e outros.

Qual a diferença de cursos subsequentes e cursos integrados?

Para quem vai fazer inscrição por meio do SISU para concorrer as vagas do ensino técnico profissionalizante é necessário saber que existem três maneiras de optar por uma carreira profissional de curso profissionalizante a primeira é a formação integrada,  a segunda formação concomitante na terceira você pode utilizar a nota do ENEM no processo seletivo, é a formação subsequente.

A formação concomitante é destinada aos alunos do 2° ano do ensino médio e formação EJA, não irei me estender muito já que por meio do SISU a maioria dos candidatos devem optar pela formação subsequente, que é aquela feita depois do Ensino Médio.

A diferença da formação subsequente e formação integrada é que na formação integrada os candidatos fazem o Ensino Médio integrado ao Curso Profissionalizante, o termo é muito utilizado no SENAI e SENAC, uma vez que este tipo de formação compões o Projeto Pedagógico destas instituições, desta maneira os candidatos que concluem a oitava série ou nono ano no SESI são transferidos para o SENAI e SENAC, a formação integrada também é presente em alguns cursos profissionalizantes militares.

Existe vaga de formação subsequente no SISTEC?

É possível compor salas com Formação Subsequente em instituições SENAI e SENAC, as turmas podem ser formadas com alunos de Formação Concomitante, Formação Inicial Continuada e Formação Subsequente, para ingressar em cursos técnicos de algumas instituições é necessário fazer a prova de admissão, porém com a unificação do sistema atualmente você pode utilizar a nota do ENEM para ingresso em curso técnico profissionalizante.

Além das instituições estaduais, federais e sistema “S”, também são oferecidas bolsas de estudos em cursos técnicos profissionalizantes de renomadas escolas particulares, com excelente qualidade e empregabilidade, por meio do SISTEC  [www.sistec.gov.br/login] é possível encontrar cursos profissionalizantes presenciais e na Modalidade e Educação à Distância (EAD).

O que são Cursos de Qualificação Profissional?

Presentes no SISTEC e também no SISUTEC, os Cursos de Qualificação Profissional possui menor carga horária, são cursos que podem compor uma grade customizada com matérias da Educação de Jovens e Adultos (EJA), dependendo da instituição.

No sitema SISU [www.sisu.mec.gov.br] não é necessário utilizar a Prova ENEM para ingressar nos Cursos de Qualificação Profissional, já que não existe obrigatoriedade de prova de admissão para estes cursos, os cursos de Qualificação Profissional também são oferecidos na Modalidade de Educação à Distância (EAD).

Qual a idade para ingresso em Cursos Profissionalizantes da Área da Saúde?

Para ingressar em cursos profissionalizantes da área da saúde é necessário ter completado 18 anos até a data de início do curso ou matrícula, os cursos profissionalizantes da área da saúde possuem grande empregabilidade com oferta de vagas na Rede Particular de Ensino, SENAC , Santas Casas e Escolas Técnicas Estaduais do Instituto Paula Souza.

Qual a diferença de Curso Tecnológico de Nível Superior e Cursos Técnicos Profissionalizantes?

Conhecidos também como Cursos Tecnológicos, os Cursos Tecnológicos de Nível Superior foram criados para atender uma nova demanda e necessidade empresarial, voltados principalmente para a sustentabilidade oferecem bolsas de estudos por meio do PRONATEC.

Já os cursos Técnicos Profissionalizantes tem carga horária semelhante com no mínimo 1.200 h.s. (mil e duzentas horas), porém não são cursos de nível superior. Para concorrer as bolsas de estudos em cursos Técnicos Profissionalizantes os candidatos podem utilizar o sistema SISUTEC (Integrado ao SISU com a Nota do ENEM) ou SISTEC.

Add a Comment