Curso gratuito de motofrete 2013

O motofrete, também conhecido como motoboy, é um profissional que usa a motocicleta para entregar diversos tipos de objetos (pequenas cargas). A profissão ainda é nova no Brasil, afinal, ela surgiu na década de 80 com o aumento das terceirizações.

O motofretista é encarregado de fazer pequenas entregas. (Foto:Divulgação)

Quem trabalha como motofrete precisa conhecer bem as leis de trânsito, ser responsável e ter facilidade para dirigir a motocicleta. Também é importante saber lidar com a pressão, pois muitas empresas pressionam o motofrete para que ele faça as entregas no menor tempo possível.

Curso gratuito para motofrete: inscrições abertas

O curso de motofrete está sendo promovido em todo o Brasil pelos órgãos autorizados dos DETRAN. Em São José do Rio Preto (SP), há uma oferta de 800 vagas para a capacitação gratuita.

O curso de motofretista, que está sendo oferecido pelo Sest-Senat, tem duração de 30h/aula. Os participantes irão ampliar os conhecimentos sobre Ética e Cidadania na atividade profissional, Noções Básicas de Legislação, Gestão do Risco sobre duas rodas, Transporte de Cargas, Segurança e Saúde e Prática de Pilotagem.

Para participar do curso de motofrete gratuito 2013 e obter o credenciamento, é necessário ter 21 anos e ser habilitado na categoria ‘A’ há no mínimo dois anos. Também é importante que a pessoa não esteja cumprindo suspensão do direito de dirigir ou cassação da CNH.

O Sest-Senat oferece o curso gratuito para motofrete. (Foto:Divulgação)

Os interessados em se inscrever no curso obrigatório para motoboy devem procurar o Sest-Senat em São José do Rio Preto. É necessário entregar uma foto 2×2 colorida e recente, cópia da CNH, Certidão de Prontuário Detran e Certidão de Distribuição Criminal.

As novas regras para ser motofrete

Novas regras começaram a reger as profissões de motoboy, motofrete e mototaxi no Brasil. Um dos itens mais polêmicos é a exigência de um curso de capacitação para poder continuar exercendo a função legalmente.

O motofrete que não cumprir as regras, principalmente a que diz respeito ao curso obrigatório, poderá ser multado e até ter a moto apreendida.

O curso para motofrete é obrigatório. (Foto:Divulgação)

Além de buscar capacitação, o motofrete também precisa utilizar os equipamentos de segurança obrigatórios, como o capacete, o colete com faixas refletivas e antena de corte de linhas. Também é necessário a utilização de um baú para fazer as entregas com mais segurança.

Quem trabalha com motofrete e deseja saber mais sobre a profissão deve conferir o manual de regulamentação disponível em PDF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *